Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 10 de um total de 86
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: É Portugal um Estado de direito?
Autor(es): António Garcia Pereira
Notas: O Tribunal Constitucional recusa a declaração de inconstitucionalidade de uma lei que nega aos trabalhadores da Administração Pública o direito às respectivas pensões por acidente em serviço ou doença profissional
Resumo: Observações críticas sobre o Acórdão n.º 786/2017, do Tribunal Constitucional
Publicado em: In: Questões laborais. - Coimbra : Almedina. - A. 24, n.º 53 (jul.-dez. 2018), p. 149-160
Assuntos: Acidente de trabalho | Doença profissional | Pensões | Direito do trabalho
Veja também: Pereira, António Garcia
Localização: PP.190 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Algumas considerações sobre a admissibilidade probatória dos ilícitos disciplinares de trabalhadores detetados através de sistemas de videovigilância : anotação ao acórdão do Tribunal da Relação do Porto, de 7 de dezembro de 2018
Autor(es): Teresa Coelho Moreira
Resumo: A videovigilância e a geolocalização por parte do empregador com a finalidade de controlar o desempenho profissional dos trabalhadores, que implicam um tratamento de dados pessoais, não podem ser consideradas legítimas. Por outro lado, a autora defende que, quando através das gravações obtidas se visualizar a prática de ilícitos penais de relevo, que consubstanciem simultaneamente infrações disciplinares graves, podem utilizar-se as imagens obtidas para fins disciplinares
Publicado em: In: Questões laborais. - Coimbra : Almedina. - A. 24, n.º 53 (jul.-dez. 2018), p. 163-184
Assuntos: Videovigilância no local de trabalho | Infracção disciplinar | Dados pessoais | Privacidade | Jurisprudência | Direito do trabalho
Veja também: Moreira, Teresa Coelho
Localização: PP.190 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O contencioso tributário português : um apelo à reforma
Autor(es): Ana Paula Dourado
Resumo: 1- Introdução. 2- A relação entre a Lei Geral Tributária e o Código de Procedimento e de Processo Tributário. 3- O objeto do CPPT e a incompletude da LGT. 4- A autonomia do contencioso tributário e a complexidade do CPPT. 5- Forum shopping e a simplicidade do CAAD. 6- As medidas extraordinárias previstas pelo DL n.º 81/2018, de 15/10. 7- A reforma do contencioso tributário e a Proposta de Lei n.º 168/XIII. 8- A tutela judicial efetiva no contencioso tributário assegurada por três meios judiciais
Publicado em: In: Cadernos de justiça tributária. - Braga : CEJUR - Centro de Estudos Jurídicos do Minho. - N.º 22 (out.-dez. 2018), p. 3-13
Assuntos: Contencioso tributário | Arbitragem tributária | Direito fiscal | Direito tributário
Veja também: Dourado, Ana Paula
Localização: PP.288 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A venda no processo de execução fiscal : natureza jurídica e efeitos
Autor(es): Miguel Quinto
Resumo: 1- Introdução. 2- Natureza jurídica do processo de execução fiscal. 3- Natureza jurídica da venda: perspetivas contratualistas. 4- Natureza jurídica da venda: perspetivas processualistas. 5- Efeitos da venda que ocorre no processo de execução fiscal. 6- Momento da produção dos efeitos
Publicado em: In: Cadernos de justiça tributária. - Braga : CEJUR - Centro de Estudos Jurídicos do Minho. - N.º 22 (out.-dez. 2018), p. 14-26
Assuntos: Execução fiscal | Venda executiva | Direito fiscal
Veja também: Quinto, Miguel
Localização: PP.288 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Riflessioni sullo statuto costituzionale e convenzionale della confisca “di prevenzione” nell'ordinamento italiano
Autor(es): Francesco Viganò
Resumo: Qual è — al di là dell'etichetta appiccicatale dal legislatore — la vera natura giuridica della confisca “di prevenzione” di cui all'art. 24 cod. antimafia, con la quale vengono trasferiti allo Stato beni appartenenti a privati sulla base della probabile provenienza criminosa dei beni medesimi? Si tratta, più in particolare, di una “pena mascherata”, mirante ad imporre una pena patrimoniale contro l'autore di reati non accertati nell'ambito di un procedimento penale? Ovvero si tratta di una misura a carattere non sanzionatorio, che si limita a negare tutela giuridica al rapporto di disponibilità sul bene costituito dal soggetto mediante un'attività (il reato) che non rientra tra i modi legittimi di acquisto della proprietà? Dalla risposta a queste cruciali domande dipende l'individuazione dello statuto delle garanzie, costituzionali e convenzionali, applicabile a questa forma di confisca, che sta sperimentando un sempre più ampio successo nella prassi legislativa e giudiziaria italiana, ma che — al tempo stesso — desta crescenti preoccupazioni per la sua imponente carica limitativa dei diritti fondamentali dell'individuo, senza alcuna delle garanzie caratteristiche del procedimento penale
Publicado em: In: Rivista italiana di diritto e procedura penale . - Milano : Dott. A. Giuffré Editore. - A. 61, n.º 2 (abr.-jun. 2018), p. 610-643
Assuntos: Direito processual penal | Direito penal | Medidas preventivas | Confisco | Itália
Veja também: Viganò, Francesco
Localização: PP.36 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Esiste una nozione ontologicamente unitaria di pericolosità sociale? : spunti di riflessione, con particolare riguardo alle misure di sicurezza e alle misure di prevenzione
Autor(es): Fabio Basile
Resumo: La categoria concettuale della “pericolosità sociale” compare in plurime sedi all'interno del nostro ordinamento, talora in modo manifesto, altre volte in termini dissimulati. Conviene, quindi, domandarsi se tale categoria concettuale esprima sempre la stessa cosa, costituisca, quindi, una nozione ontologicamente unitaria, o se, per contro, essa, spostandosi da una sede all'altra, assuma anche significati qualitativamente differenti. Dalla risposta a tale quesito discendono varie conseguenze pratiche, tra cui la eventuale possibilità di “travasare” l'accertamento della pericolosità sociale effettuato in una sede (ad esempio, ai fini dell'applicazione di una misura di sicurezza) anche in altra sede (ad esempio, ai fini dell'applicazione di una misura di prevenzione)
Publicado em: In: Rivista italiana di diritto e procedura penale . - Milano : Dott. A. Giuffré Editore. - A. 61, n.º 2 (abr.-jun. 2018), p. 644-674
Assuntos: Direito processual penal | Direito penal | Perigo social | Medidas de prevenção | Medidas de segurança | Itália
Veja também: Basile, Fabio
Localização: PP.36 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: La pena nell’era della "crimmigration" : tra Europa e Stati Uniti
Autor(es): Gian Luigi Gatta
Resumo: La criminalizzazione dell’immigrazione irregolare rappresenta da anni, su scala internazionale, un inarrestabile trend politico-criminale, alimentato sempre più da istanze di sicurezza nazionale connesse all’esplosione di fenomeni correlati, a partire dal terrorismo di matrice islamica. Non si tratta tanto e solo di configurare come reato la ‘clandestinità’, bensì di inquadrare un complesso fenomeno che, nella recente letteratura internazionale, va sotto il nome di ‘crimmigration’. Con questo neologismo si allude alla sovrapposizione o intersezione tra il diritto penale e il diritto dell’immigrazione in funzione di almeno tre convergenti strategie pollitico-criminali: a) la previsione di conseguenze penalistiche (pene detentise e/o pecuniarie) per violazioni del diritto dell’immigrazione: b) la previsione di conseguenze amministrativistiche connesse a condanne penali (mancata ammissione nello Stato ed espulsione); c) il ricorso a misure privative o limitative della libertà personale di tipo penalistico (arresto e detenzione funzionale all’espulsione) nell’ambito del diritto dell’immigrazione. Ne risulta un sistema ibrido, ai confini di quello penale, che prende in prestito dal diritto penale tecniche e strumenti di tutela degli interessi pubblici in gioco ma, al tempo stesso, dimentica intenzionalmente di importare le garanzie del sistema della giustizia penale, sacrificate sull’altare della maggiore efficacia e speditezza dell’azione di contrasto all’immigrazione irregolare e alla connessa criminalità. La lotta contro quei fenomeni, emergenziali, viene infatti oggi per lo più condotta, in Europa e negli Stati Uniti, attraverso misure e agenzie di enforcement del diritto dell’immigrazione, che della pena non hanno la forma e le correlate garanzie, ma hanno spesso la sostanza
Publicado em: In: Rivista italiana di diritto e procedura penale . - Milano : Dott. A. Giuffré Editore. - A. 61, n.º 2 (abr.-jun. 2018), p. 675-724
Assuntos: Direito processual penal | Direito penal | Política criminal | Imigração ilegal | Segurança nacional | Europa | Estados Unidos da América
Veja também: Gatta, Gian Luigi
Localização: PP.36 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Sui limiti soggettivi all’efficacia extrapenale del giudicato
Autor(es): Pietro Zoerle
Resumo: La disciplina contenuta negli artt. 651-654 c.p.p. presenta un impianto non omogeneo, condizionato, sul piano generale, dalle scelte del legislatore che, da un lato, sponsorizza l’autonomia fra i diversi settori dell’ordinamento e, dall’altro lato, non manca di delineare in modo specifico gli effetti del giudicato penale nei procedimenti civili, amministrativi e disciplinari di fronte alle pubbliche autorità. Nell’ambito di un regime diversamente articolato, i limiti soggettivi all’efficacia extrapenale della res iudicata sono calibrati in base alla differente natura dei procedimenti e dei rapporti giuridici: in questo lavoro s’intende analizzarli, individuando i criteri interpretativi che devono orientare nella lettura delle norme, esarninando ciascun quadrante normativo ed evidenziando i profili di criticità del complesso regime
Publicado em: In: Rivista italiana di diritto e procedura penale . - Milano : Dott. A. Giuffré Editore. - A. 61, n.º 2 (abr.-jun. 2018), p. 758-790
Assuntos: Direito processual penal | Direito processual civil | Sentença | Princípio da autonomia | Processo judicial | Caso julgado | Indemnização por perdas e danos
Veja também: Zoerle, Pietro
Localização: PP.36 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Mais valias imobiliárias enquadráveis na categoria G do IRS e valor a considerar para efeitos de IMT : acórdão do Tribunal Constitucional (3.ª Secção) n.º 211/2017, de 2-05-2017, Proc. 285/15
Autor(es): anot. Raquel Reis
Resumo: Anotação ao acórdão do TC que julgou como inconstitucional a norma contida no artigo 44.º, n.º 2 do Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (CIRS), na interpretação segundo a qual, para efeitos da determinação dos ganhos sujeitos a IRS relativos a mais valias decorrentes da alienação onerosa de bens imóveis, ali se estabelece uma "presunção inilidível", por violação do princípio da capacidade contributiva ínsito nos artigos 103.º, n.º 1, e 13.º da Constituição da República Portuguesa
Publicado em: In: Cadernos de justiça tributária. - Braga : CEJUR - Centro de Estudos Jurídicos do Minho. - N.º 22 (out.-dez. 2018), p. 27-53
Assuntos: IRS | Impostos | Venda de imóveis | Administração fiscal | Jurisprudência
Veja também: Reis, Raquel
Localização: PP.288 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Direito do património cultural e mecanismos de resolução / agilização de litígios
Autor(es): Isabel Restier Poças
Resumo: O direito do património cultural, como ramo do direito em crescente autonomia, relativamente ao direito administrativo, ao direito constitucional e ao direito fiscal, constitui um ramo privilegiado para a aplicação dos mecanismos legais para a resolução e/ou agilização de litígios, devido à ocorrência frequente de conflitos entre a Administração e os particulares, assim como entre Estados, nos quais a ponderação dos interesses em causa e a respetiva solução, requerem a utilização de meios simplificados e expeditos. A autora pretende no presente trabalho apontar, de uma forma abrangente, as respostas legais disponíveis no nosso ordenamento jurídico, para a obtenção desse objetivo
Publicado em: In: Revista da Ordem dos Advogados. - Lisboa : O.A.. - A. 77, n.º 3-4 (jul.-dez. 2017), p. 617-667
Assuntos: Património cultural | Resolução alternativa de litígios
Veja também: Poças, Isabel Restier
Localização: PP.18 (CEJ)