Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 1 de um total de 1
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Trabalho a tempo parcial : voluntariedade ou involuntariedade?
Autor(es): Vera Santana, Luís Centeno , Rita Girão
Resumo: Este artigo tem na base uma pesquisa que pretende caracterizar o trabalho a tempo parcial em Portugal numa perspectiva quantitativa e como contexto jurídico a Lei n.º 103/99. O conceito de trabalho a tempo parcial insere-se no quadro das formas particulares de trabalho as quais mantêm (Maruani,1989) relações estreitas com a precariedade. Trata-se de um fenómeno que evidencia a influência do sistema de emprego emergente de re-ordenamentos dos sectores económicos e das empresas em geral e não de um fenómeno com causas fundamentalmente sociais derivadas de novos modos de trabalhar e de pensar o trabalho e o tempo, de opções individuais, ou até de movimentos sociais, o que caracteriza o trabalho a tempo parcial em Portugal como sendo involuntário. Dos resultados obtidos emerge um quadro irregular assente em duas variáveis base: o sexo feminino e o sector terciário. O trabalho a tempo parcial pode constituir-se como um dos pontos de ancoragem de um caminho precário para as mulheres ou, pelo contrário, emergir nalgumas franjas da sociedade como um dos pontos de ancoragem de um caminho alternativo, optado, inovador.
Publicado em: In: Sociedade e trabalho. - Lisboa : M.Q.E., 1997-. - ISSN 0873-8858. - N.º 14/15 (Jul.-Dez. 2001), p.57-69
Assuntos: Trabalho a tempo parcial | Contrato de trabalho | Salário
Veja também: Santana, Vera | Centeno, Luís | Girão, Rita
Localização: PP.232 (CEJ)