Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 6 de um total de 6
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violentamente sobrevivendo
Autor(es): Carlos Alberto Poiares
Publicado em: In: "Themis", A. 4, Nº 6 de 2003, p.19-27
Assuntos: Violência social | Violência doméstica
Veja também: Poiares, Carlos Alberto
Localização: PP.216 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violence and the state
Autor(es): [by] L. J. Macfarlane
Publicação: [London] : Nelson's Political Science Library, copy. 1974
Descrição física: 155 p. ; 22 cm
ISBN/ISSN: ISBN 0-17-712-099-6
Assuntos: Filosofia do direito e do estado | Violência social | Estados Unidos da América
CDU: 340.12
Veja também: Macfarlane, L. J.
Localização: FRS.61 (CEJ) - 30000001086. - Depósito

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Topografia urbana do medo : os espaços perigosos
Autor(es): Luís Fernandes
Publicado em: In: "Revista do Ministério Público", Lisboa, A. 15 (59), p. 11-27.
Assuntos: Comportamento desviante | Violência social | Criminalidade
Veja também: Fernandes, Luis
Localização: PP.5 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Da punição física ao abuso físico : conceptualização e consequências práticas
Autor(es): Ricardo G. Barroso
Resumo: Do prisma teórico, o processo de aplicação de práticas fisicamente punitivas na relação pais-filhos encontra-se compreendido no exercício da parentalidade, decorrendo, de modo mais preciso, da necessidade parental de disciplinar a criança. O entendimento de que as práticas disciplinares pressupõem a utilização da violência física é comum em alguns cuidadores, esquecendo-se por vezes as eventuais consequências negativas da utilização destas práticas. Seguindo a concepção teórica de alguns investigadores, que conceptualizam o fenómeno das práticas educativas fisicamente punitivas e do abuso físico como decorrendo de um conjunto de circunstâncias sociais e/ou dificuldades interpessoais no desempenho das tarefas necessárias da parentalidade, neste artigo procuramos analisar as circunstâncias individuais, familiares, sociais e culturais que se encontram na origem da ocorrência das práticas disciplinares punitivas. Iremos, igualmente, examinar um conjunto de dados da literatura sobre as consequências da punição corporal e do abuso físico na saúde mental da criança.
Publicado em: In: Revista portuguesa de ciência criminal. - Lisboa : Aequitas e Editorial Notícias, 1991- . - ISSN 0871-8563. - A. 20, Nº 2 (Abr.-Jun. 2010), p. 281-304
Assuntos: Violência doméstica | Violência social
Veja também: Barroso, Ricardo G.
Localização: PP.141 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Legitimidade e confiança nas polícias
Autor(es): Nelson Lourenço
Resumo: Introdução; I. Legitimidade e confiança; 2. Legitimidade e confiança: dinâmicas sociais e eficácia das polícias; 3. Violência urbana, legitimidade e confiança nas polícias; 4. Considerações finais; Referências bibliográficas.
Publicado em: In: Revista do Ministério Público. - Lisboa : S.M.M.P., 1980- . - A. 33, n.º 129 (Jan. - Mar. 2012), p. 131-148
Assuntos: Legitimidade | Polícia | Violência social
Veja também: Lourenço, Nelson
Localização: PP.5 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O detido desaparecido : catástrofe civilizacional, desmoronamento da identidade e linguagem
Autor(es): Gabriel Gatti
Resumo: Este artigo pressupõe o conceito de catástrofe como ponto de partida para a construção de estratégias de representação adequadas aos fenómenos de violência social extrema, centrando-se no caso de desaparecimento forçado de pessoas na Argentina e no Uruguai. A análise parte de um paradoxo: o processo representa o culminar das políticas de construção e gestão da população na América pós-colonial e, ao mesmo tempo, aplica-se aos produtos mais acabados dessa política, os indivíduos-cidadãos. Devido a esta condição paradoxal, o desaparecimento forçado de pessoas implica problemas insolúveis para as leituras da identidade e da linguagem próprias do "processo civilizador", o indivíduo-cidadão e a representação directa. Deste modo, este desaparecimento situa a identidade e a linguagem no terreno da catástrofe, requerendo o repensar das nossas estratégias de representação.
Publicado em: In: Revista Crítica de Ciências Sociais. - Coimbra : C.E.S., 1978- . - Nº 88 (Mar. 2010), p.57-78
Assuntos: Ciências sociais | Violência social | Terrorismo | Argentina | Uruguai
Veja também: Gatti, Gabriel
Localização: PP.3 (CEJ)