Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 10 de um total de 71
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Whither women's fear? : perceptions of sexual violênce in public and private space
Autor(es): R. Pain
Publicado em: In: "International review of victimology", Oxon, V. 4 (4), 1997, p. 297-312.
Assuntos: Violência sexual
Veja também: Pain, R.
Localização: PP.107 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Vivências íntimas violentas : uma abordagem científica
Autor(es): Sónia Caridade
Publicação: Coimbra : Almedina, 2011
Descrição física: 290 p. ; 23 cm
Colecção: (Psicologia)
Notas: Bibliografia pág. 265-288
Resumo: Prefácio. Introdução. PARTE I: Violência nas relações de intimidade juvenil. Enquadramento teórico. Capítulo 1- Prevalência da violência nas relações de intimidade juvenil. Capítulo 2- Dos factores de risco para a violência na intimidade juvenil. Capítulo 3- Crenças e atitudes legitimadoras da violência na intimidade juvenil. PARTE II: Estudos empíricos. Objectivos gerais. Capítulo 4- Prevalência dos comportamentos abusivos nas relações de intimidade juvenil e atitudes face à violência. Capítulo 5- Representações acerca da violência ocorrida nas relações de intimidade juvenil. Capítulo 6- Conclusões geral. Bibliografia
ISBN/ISSN: ISBN 978-972-40-4577-1
Assuntos: Sociologia | Violência doméstica | Violência sexual | Delinquência juvenil
CDU: 316
Veja também: Caridade, Sónia
Localização: SOA.585 (CEJ) - 30000026920

Capa

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violenza carnale e tutela della libertà
Autor(es): Tullio Padovani
Publicado em: In: "Rivista Italiana di Diritto e Procedura Penale", Milano, A. 32, (4), Ottobre-Dicembre 1989, p. 1302-1312.
Assuntos: Crime | Violência sexual
Veja também: Padovani, Tullio
Localização: PP.36 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violência sexual juvenil : conceptualização, caracterização e prevalência
Autor(es): Ricardo G. Barroso, Celina Manita, Pedro Nobre
Notas: Bibliografia pág. 436-437
Resumo: Nas últimas décadas, os crimes contra a liberdade e autodeterminação sexuais (brevitatis causa, crimes sexuais) têm vindo a ser crescentemente estudados, acumulando-se, até ao momento, um conjunto de conhecimentos importantes sobre factores de risco e características genéricas do problema. De um modo geral, os investigadores têm centrado mais a sua atenção na população de ofensores sexuais adultos, emergindo, nos últimos anos, um maior interesse pela análise das especificidades associadas a delitos sexuais perpetrados por menores de 18 anos. O artigo aqui apresentado pretende contribuir para a sua compreensão da problemática dos crimes sexuais cometidos por jovens, sensibilizar para a necessidade de a diferenciar do comportamento sexualmente agressivo da população adulta, distinguir entre comportamentos sexualmente abusivos e não abusivos neste período etário, e apresentar as principais características e conceitos relacionados com os crimes sexuais cometidos por menores de idade. Ao mesmo tempo, pretende-se apresentar os dados estatísticos (totalidade de crimes e prevalência) referentes a estes delitos no contexto português, bem como apresentar as principais teorias explicativas
Publicado em: In: Revista portuguesa de ciência criminal. - Lisboa : Aequitas e Editorial Notícias, 1991- . - ISSN 0871-8563. - A. 21, n.º 3 (Jul. - Set. 2011), p. 427-437
Assuntos: Violência sexual | Adolescência | Crime sexual
Veja também: Barroso, Ricardo G. | Manita, Celina | Nobre, Pedro
Localização: PP.141 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violência sexual e segurança internacional : despolitização, descontextualização e colonização de uma agenda
Autor(es): Sílvia Roque
Resumo: Este artigo analisa as Resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre violência sexual em contextos de conflito armado como um momento de securitização a partir do qual a violência sexual passa a ser vista como algo passível de punição, combate e prevenção na esfera internacional. Defende-se que, ao circunscreverem a violência sexual ao paradigma da segurança, as Resoluções acabam, no entanto, por colocar em causa o entendimento da mesma como uma questão sociopolítica mais vasta, ancorada em representações e ideologias de género e relacionada com dinâmicas de poder e de violência à escala global, comprometendo o seu potencial emancipatório
Publicado em: In: Revista Crítica de Ciências Sociais. - Coimbra : C.E.S.. - Número especial (novembro 2018), p. 165-188
Assuntos: Conselho de Segurança da ONU | Feminismo | Género | Segurança | Violência sexual
Veja também: Roque, Sílvia
Localização: PP.3 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violência sexual e de género nos campos de população refugiada : o contributo dos sistemas de justiça tradicionais na solução dos casos concretos
Autor(es): Tatiana Morais
Notas: Bibliografia pág. 67-70
Resumo: A população refugiada está sujeita ao risco de ocorrência de Violência Sexual e de Género (doravante VSG) em todas as fases do «ciclo» de refúgio. No presente estudo iremos focar a VSG que ocorre em campos de população refugiada, em especial, no campo de Mai Ayni na Etiópia e no campo de Kakuma no Quénia. Face aos dados recolhidos por investigadores no terreno, em ambos os campos de população refugiada, propomos a análise das disposições legais relevantes em ambos países, bem como, dos sistemas de justiça tradicionais a que recorrem as sobreviventes de VSG e de que constituem exemplo a Shimgelena (sistema de justiça tradicional mencionado no estudo desenvolvido por Yonas Gebreiyosus no campo de população refugiada de Mai Ayni na Etiópia) e a Maslaha (sistema de justiça tradicional mencionado no estudo desenvolvido por Claire Waithira Mwangi no campo de população refugiada de Kakuma no Quénia), com vista a desenvolver um estudo comparado entre os mecanismos legais e os mecanismos tradicionais ao dispor das refugiadas sobreviventes de VSG e aferir qual a melhor forma de tutelar os direitos das refugiadas sobreviventes de VSG
Publicado em: In: Anatomia do crime. - Coimbra : Almedina. - N.º 4 (jul.-dez. 2016), p. 49-70
Assuntos: Refugiado | Mediação | Violência sexual | Violência de género | Etiópia | Quénia
Veja também: Morais, Tatiana
Localização: PP.299 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Violência sexual e de género nos campos de população refugiada : estudo comparado da legislação relevante na Etiópia e no Quénia
Autor(es): Tatiana Morais
Resumo: A Violência Sexual e de Género (VSG) nos campos de população refugiada apresenta escassa bibliografia lusófona. Apenas na década de 1980 a VSG tem merecido a atenção quer do Alto Comissariado das Nações Unidas para a População Refugiada quer de diversas Organizações Não Governamentais e investigadoras e investigadores. A VSG é uma realidade vivida pela população refugiada em todas as fases do ciclo de refúgio. Identificado o problema, foram sendo ensaiadas diversas respostas por parte do sistema estadual e por parte dos sistemas de justiça tradicionais. Dois exemplos das respostas avançadas por parte dos sistemas de justiça tradicionais são: a Shimgelena (à qual recorre uma parte da população refugiada no campo de Mai Ayni na Etiópia) e a Maslaha (à qual recorre uma parte da população refugiada no campo de Kakuma no Quénia). Será sobre os casos de VSG registados no campo de população refugiada de Mai Ayni na Etiópia e no campo de população refugiada em Kakuma no Quénia e sobre os mecanismos legais e restaurativos ao dispor das refugiadas sobreviventes de VSG que irá incidir a nossa reflexão
Publicado em: In: Scientia iuridica. - Braga : L.C.. - Tomo 65, n.º 340 (jan.-abr. 2016), p. 91-112
Assuntos: Refugiado | Violência sexual | Violência de género | Justiça restaurativa | Estudo comparativo | Etiópia | Quénia
Veja também: Morais, Tatiana
Localização: PP.4 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: La víctima de agresión sexual desde una perspectiva pericial
Autor(es): María Paz Ruiz Tejedor
Publicado em: In: Jueces para la democracia. - Madrid : Jueces para la Democracia, D.L. 1987 - . - ISSN 1133-0627. - Nº 65 (Jul. 2009), p. 32-38
Assuntos: Direito penal | Vítima | Violência sexual | Espanha
Veja também: Ruiz Tejedor, Maria Paz
Localização: PP.220 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Vamos lá curtir um bocado : a relação entre identidade sexual, violência e sexualidade em conflitos armados
Autor(es): Gaby Zipfel ; trad. Júlia Garraio
Notas: Bibliografia pág. 45-46
Resumo: Para decifrar a genealogia das formas de violência sexual nos períodos de entre-guerra, guerra e pós-guerra torna-se necessária uma análise das relações entre identidade sexual, violência e sexualidade. Os conflitos armados podem ser vistos como uma espécie de lupa que torna visíveis as definições de identidade sexual construídas através da legitimação da violência. Os crimes de violência sexual na guerra, vistos até hoje como fenómenos limite característicos de um estado de exceção, apontam, nesta perspetiva, para regularidades cuja função e forma podem variar, mas cujos pontos de referência radicam na expressão social do poder
Publicado em: In: Revista Crítica de Ciências Sociais. - Coimbra : C.E.S., 1978- . - N.º 96 (março 2012), p. 31-46
Assuntos: Mulher | Guerra | Violência | Violência sexual
Veja também: Zipfel, Gaby | Garraio, Júlia

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Treating sexually abused children and their nonoffending parents : a cognitive behavioral approach
Autor(es): Esther Deblinger, Anne Hope Heflin
Publicação: London : Sage Publications, 1996
Descrição física: XV, 256 p. ; 23 cm
ISBN/ISSN: ISBN 0-8037-5929-X
Assuntos: Direito da família | Criança maltratada | Abuso de menor | Violência sexual
Veja também: Deblimger, Esther | Heflin, Anne Hope
Localização: DFI.263 (CEJ) - 30000010733