Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 4 de um total de 4
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Une histoire de la violence : de la fin du moyen âge à nos jours
Autor(es): Robert Muchembled
Publicação: Paris : Éditions du Seuil, 2008
Descrição física: 498, [14] p. ; 24 cm
Colecção: (L'Univers Historique)
ISBN/ISSN: ISBN 978-2-02-081845-2
Assuntos: Sociologia | Política social | Violência | Idade Média
Veja também: Muchembled, Robert
Localização: SOA.446 (CEJ) - 30000023635

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A nobreza medieval portuguesa : a família e o poder
Autor(es): José Mattoso
Edição: 2ª ed revista
Publicação: Lisboa : Editorial Estampa, 1987
Descrição física: 426, [6] p. ; 21 cm
Colecção: (Imprensa Universitária ; 19)
Assuntos: História | Idade Média | Nobreza
Veja também: Matoso, José
Localização: HTA.17 (CEJ) - 30000001263

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Dar a César e a Deus : as questões tributárias (e outras) na Idade Média
Autor(es): Rui Marques
Resumo: 1. Em jeito de prólogo. 2. As questões tributárias. 3. As investiduras. 4. A crise de 1383-1385 e a obediência ao Papa. 5. Uma teocracia?
Publicado em: In: O direito. - Lisboa : Typ. Lisbonense. - A. 149, n.º 3 (2017), p. 611-625
Assuntos: Questões tributárias | Idade Média
Veja também: Marques, Rui
Localização: PP.121 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Direito, universidade e mobilidade : séculos XIII e XIV
Autor(es): Carlos Filipe Costa
Notas: Resumo retirado do próprio artigo. - Bibliografia p. 154
Resumo: Nenhuma outra instituição europeia se expandiu pelo mundo inteiro nos mesmos moldes em que o fez a universidade europeia na sua forma tradicional. Tem desempenhado um papel social em favor de todas as sociedades europeias, através do desenvolvimento e transmissão do saber científico e académico, bem como recorrendo aos métodos de cultivo desse saber, cujas origens remontam à tradição intelectual europeia comum. Do mesmo modo, esta instituição tem contribuído decisivamente para a formação de uma elite académica, cujo ethos assenta em valores comuns europeus e transcende quaisquer fronteiras nacionais. Salvo raras exceções, o único Direito que era ensinado nas universidades europeias no período em estudo era o Direito Romano-Canónico. Entendia-se que este Direito supria as necessidades sentidas pelos juristas para procederem à interpretação adequada de qualquer outro ordenamento jurídico peculiar de um determinado reino, igreja local ou qualquer outra comunidade. O Direito Romano-Canónico, ao constituir-se como o Direito comum por toda a parte, poderá ser considerado o Direito ordinário europeu desta época, que se estenderá até ao século XVII. Mestres, estudantes e livros circulavam livremente em todo o mundo cristão, motivados pela reputação de cada texto, mestre ou faculdade, levando igualmente em consideração a lei da oferta e da procura
Publicado em: In: Revista jurídica da Universidade Portucalense Infante D. Henrique. - Porto : Departamento de Direito da U.P. I.D.H.. - N.º 23 (2018), p. 147-154
Assuntos: História do direito | Ensino do direito | Universidade | Idade Média
Veja também: Costa, Carlos Filipe
Localização: PP.226 (CEJ)