Banner
Base bibliográfica geral
Registos: 1 - 6 de um total de 6
O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Resolução de conflitos de consumo em linha em Portugal e na União Europeia : a plataforma europeia de resolução de conflitos em linha (RLL)
Autor(es): Fernando Viana, Francisco Andrade, Paulo Novais
Resumo: O processo de mudança social é cada vez mais célere e imprevisível, afetando todas as dimensões da vida das pessoas e das sociedades, à qual não escapa a justiça. A sociedade de consumo, em que vivemos e que conhece hoje uma grande complexidade, fruto do desenvolvimento socioeconómico, das tecnologias e do Direito inclusive, é atualmente uma área de grande conflitualidade. A globalização dos mercados, a existência de espaços de integração económica como a União Europeia, em que as fronteiras praticamente desapareceram, requerem sistemas de resolução de conflitos capazes de responder em tempo útil às exigências dos cidadãos e das empresas. Face à impossibilidade de os Estados assegurarem o funcionamento do sistema de justiça meramente suportado em tribunais judiciais, o século XX assistiu ao aparecimento e desenvolvimento de diversos meios de resolução alternativa de litígios (RAL), em especial na área do consumo (RALC), em que Portugal constitui um exemplo marcante. Entretanto, o início do século XXI conheceu um grande desenvolvimento das tecnologias da informação e comunicação (TIC), com particular projeção na Internet, o que levanta um conjunto novo de desafios, que obrigam a redesenhar a RAL, nesta área convertida em resolução de litígios em linha (RLL). O presente artigo perpassa por estes temas, designadamente pelos instrumentos legais comunitários (Diretiva RAL e Regulamento RLL) que determinaram a institucionalização na União Europeia de meios efetivos de resolução de conflitos de consumo, incluindo a resolução em linha, materializada recentemente na disponibilização aos consumidores e às empresas de uma Plataforma para a RLL
Publicado em: In: Scientia iuridica. - Braga : L.C.. - Tomo 65, n.º 341 (maio-ago. 2016), p. 207-240
Assuntos: Resolução alternativa de litígios | Resolução alternativa de litígios de consumo | Mediação | Arbitragem | Conciliação
Veja também: Viana, Fernando | Andrade, Francisco | Novais, Paulo
Localização: PP.4 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: O empenho ativo do juiz na obtenção de uma solução de equidade em sede de tentativa de conciliação
Autor(es): Luis Filipe Pires de Sousa
Resumo: O novo Código do Processo Civil veio conferir um novo protagonismo ao juiz como pacificador social. A conciliação constitui uma tarefa que se impõe como um dever ao julgador. Daí que sejam prementes as questões levantadas pela vertente conciliatória no âmbito da reforma processual civil. Algumas delas são aqui detalhadas com propostas de resposta a questões complexas que se suscitam, incluindo as que envolvem a equidade ou a deontologia de juizes e advogados
Publicado em: In: Julgar. - Coimbra : Coimbra Editora. - ISSN 1646-6853. - N.º 23 (maio-ago. 2014), p. 317-337
Assuntos: Processo civil | Conciliação | Equidade | Imparcialidade do juiz | Ética e deontologia
Veja também: Sousa, Luis Filipe Pires de
Localização: PP.243 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A conciliação da vida familiar e atividade profissional : desafios presentes e futuros
Autor(es): Carina Metelo ; coord. João Gonçalves
Notas: Bibliografia pág. 34
Resumo: As profundas alterações que se têm observado a nível demográfico, nas estruturas familiares e no mercado de trabalho nos últimos anos, têm potenciado que a temática da conciliação da vida familiar e da atividade profissional tenha ganho visibilidade e relevância nas agendas políticas nacional e europeia, através da introdução de políticas amigas da família e da conciliação. O conceito de conciliação entre a vida familiar e a atividade profissional remete para o esforço de flexibilização e administração das relações e interações entre os tempos de trabalho e os tempos dedicados à esfera familiar e pessoal. Ao longo deste artigo procurar-se-á efetuar uma análise às ameaças e oportunidades que se colocam à gestão do trabalho e vida familiar, designadamente a diminuição da fertilidade, o envelhecimento da população, o surgimento de modelos flexíveis da organização do trabalho e o desenvolvimento da Rede de Serviços e Equipamentos Sociais (RSES)
Publicado em: In: Sociedade e trabalho. - Lisboa : M.Q.E. - ISSN 0873-8858. - N.º 43, 44 e 45 (jan.-dez. 2011), p. 25-34
Assuntos: Conciliação | Família | Trabalho
Veja também: Metelo, Carina | Gonçalves, João
Localização: PP.232 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Balanço do novo processo civil [Recurso electrónico]
Autor(es): José Lebre de Freitas ...[et al.] ; Jurisdição Civil, Processual Civil e Comercial ; conceção e organização Gabriela Cunha Rodrigues, Laurinda Gemas
Edição: 1. ed
Publicação: Lisboa : Centro de Estudos Judiciários, 2017
Descrição física: 281 p
Colecção: (Formação contínua)
Notas: Requisitos mínimos: Acesso à Internet e Adobe Acrobat Reader. - Existe 1 exemplar em suporte papel. - Balanço do Novo Processo Civil – 11 de março de 2016, organização conjunta do CEJ com a Ordem dos Advogados do Conselho Regional de Lisboa
ISBN/ISSN: ISBN 978-989-8815-61-3
Assuntos: Direito processual civil | Audiência prévia | Prova em processo civil | Conciliação | E-book
CDU: 347.91
Veja também: Freitas, José Lebre de | Sousa, Miguel Teixeira de | Resende, Miguel | Capacete, João António | Carvalho, Jorge Morais | Macieira, Jorge | Marques, Gabriela | Pereira, Frederico Gonçalves | Cabrita, Helena | Azevedo, Teresa Alves de | Raposo, João Paulo | Magalhães, Luís José Falcão de | Alves, Natália Garcia | Rodrigues, Maria Gabriela da Cunha | Gemas, Laurinda | Jurisdição Civil, Processual Civil e Comercial
Outros recursos:
Localização: DUI.619 (CEJ) - 30000030877

Capa

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: A justiça conciliativa e o novo código de processo civil
Autor(es): Ada Pellegrini Grinover
Resumo: 1 - Origens e evolução dos chamados meios alternativos de solução de conflitos; 2 - Heterocomposição e autocomposição; 3-Ajustiça conciliativa; 4- Os fundamentos da justiça conciliativa; 5 - Os principais métodos da justiça conciliativa: 5-1 - Negociação; 5.2 - Conciliação; 5.3 - Mediação; 6 - Natureza jurídica da mediação/conciliação judiciais; 7 - Conflitos adequados à solução pela justiça conciliativa; 8 - Críticas à Justiça conciliativa; 9 – Justiça conciliativa em situações de desequilíbrio; 10 – A justiça conciliativa no Projeto do novo CPC; 11 - Conclusões
Publicado em: In: Revista portuguesa de direito do consumo. - N.º 86 (junho 2016), p. 17-24
Assuntos: Mediação | Conciliação | Código de processo civil | Brasil
Veja também: Grinover, Ada Pellegrini
Localização: PP.193 (CEJ)

O meu comentário Facebook Twitter LinkedIN
Título: Manual de mediação e conciliação na justiça federal
Autor(es): Bruno Takahashi ...[et. al]
Edição: 1. ed
Publicação: Brasília : Conselho da Justiça Federal, 2019
Descrição física: 179 p. ; 30 cm
Notas: Oferta do Centro de Estudos Judiciários, Conselho da Justiça Federal, Brasil. - Bibliografia p. 130-135
Resumo: 1- Mediação, conciliação e poder público. 2- Princípios e código de ética que orientam a atuação do mediador e do conciliador. 3- Desenho de solução de disputas e o papel do judiciário. 4- Técnicas de negociação. 5- Fases e técnicas de conciliação e mediação. 6- Avaliação da mediação e conciliação. 7- Meios consensuais em áreas específicas e exercícios. 8- Simulações. 9- Onde estamos e para onde vamos?
ISBN/ISSN: ISBN 978-85-8296-029-5
Assuntos: Mediação administrativa de conflitos | Conciliação | Negociação | Deontologia profissional | Resolução alternativa de litígios | Administração pública | Brasil
CDU: 342.9
Veja também: Takahashi, Bruno | Almeida, Daldice Maria Santana de | Gabbay, Daniela Monteiro | Asperti, Maria Cecília de Araujo
Localização: DMV.630 (CEJ) - 30000032783

Capa