001 CEJ20200317120114
100   ^a20200317d2018    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aA utilização de novas tecnologias no âmbito da investigação criminal e as suas limitações legais^ea interceptação de comunicações em massa e os softwares de espionagem^fEduardo Bolsoni Riboli
320   ^aBibliografia p. 76-77
330   ^aO presente estudo tem como finalidade analisar a problemática relacionada à utilização de novas tecnologias no âmbito da investigação criminal, em particular novos métodos ocultos de investigação como a interceptação de comunicações em massa e os softwares de espionagem, e os requisitos necessários para conferir legitimidade à aplicação destes novos recursos, de modo a impedir arbitrariedades das autoridades responsáveis pela investigação e garantir a proteção dos direitos fundamentais e das liberdades individuais do indivíduo investigado
461  1^tGalileu^cLisboa^bUAL^vV. 19, n.º 2 (2018)^pp. 49-77
606   ^aInvestigação criminal
606   ^aMeios de obtenção de prova
606   ^aTecnologias de informação e comunicação
606   ^aMétodos ocultos
606   ^aDireitos fundamentais
700  1^aRiboli,^bEduardo Bolsoni
801   ^aPT^bCEJ^c20200317^gRPC
856   ^uhttp://journals.ual.pt/galileu/wp-content/uploads/2018/01/Galileu_2_2018.pdf^zClique aqui para aceder à revista
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20200317
932 d
933 2018
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba