100   ^a20200224d2015   k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aDo concurso de regimes aplicáveis às liberalidades com relevância sucessória ― a herança ex re certa^edeixas categoriais dicotómicas que esgotam a totalidade da herança^fDaniel de Bettencourt Rodrigues Silva Morais
330   ^aNo vasto problema do concurso de regimes aplicáveis no Direito Sucessório, neste texto é estudada a admissibilidade da chamada herança ex re certa. De acordo com o Direito Sucessório português, os sucessores são herdeiros ou legatários; mas podem eles assumir ambas as qualidades simultaneamente? Poderá o testador determinar como se realizará a própria partilha, dizendo quais os bens que preencherão a quota de cada herdeiro? É suficiente dividir a herança em duas partes, que absorvem a sua totalidade, para concluir que o testador pretende instituir herdeiros e preencher suas quotas? A meu ver, a resposta é não. Cada tipo de sucessor tem um papel diferente no Direito Sucessório português
461  1^tLex familiae^cCoimbra^bCoimbra Editora^x1645-9660^vA. 12-13, n.º 23-26 (2015-2016)^pp. 23-42
606   ^aDireito sucessório
606   ^aHerdeiro
606   ^aLegatário
700  1^aMorais,^bDaniel de Bettencourt Rodrigues Silva
856   ^uhttp://www.centrodedireitodafamilia.org/sites/cdb-dru7-ph5.dd/files/LF_2016.pdf^zClique aqui para aceder à revista
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20200224
932 d
933 2015
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba