001 CEJ20190814113143
100   ^a20190814d2018    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aOs registos de beneficiário efetivo^fMaria Elisabete Ramos
330   ^a1- Em busca do transparente beneficiário efetivo. 2- Beneficiário efetivo: um conceito moldado em contexto internacional. 2.1- Beneficiário efetivo, segundo o GAFI. 2.2- A harmonização do conceito de beneficiário efetivo. 2.3- A definição de beneficiário efetivo na ordem jurídica portuguesa. 3- Os registos do beneficiário efetivo. 3.1- A concentração de informação em dois registos de beneficiário efetivo. 3.2- O registo societário ou interno do beneficiário efetivo. 3.3- Registo Central do Beneficiário Efetivo. 4- Acesso ao registo central do beneficiário efetivo. 4.1- Informação pública, acesso pelas entidades obrigadas e acesso pelas entidades competentes. 4.2- As objeções expressas pela Comissão Nacional de Proteção de Dados. 5- Sanções para o incumprimento de obrigações declarativas de sócio e da sociedade. 5.1- O registo do incumprimento de obrigações declarativas da sociedade. 5.2- Responsabilidade civil do sócio fundador. 5.3- Amortização de participações sociais do súcio incumpridor 5.4- Sanções aplicáveis à sociedade. 5.5- Responsabilidade civil e criminal de quem preste falsas declarações para efeitos de registo do beneficiário efetivo. Conclusão
461  1^tRevista da Ordem dos Advogados^cLisboa^bO.A.^vA. 78, n.º 1-2 (jan.-jun. 2018)^pp. 333-376
606   ^aBeneficiário efetivo
606   ^aRegisto de dados pessoais
606   ^aObrigação declarativa
606   ^aSanção
606   ^aSociedade
606   ^aSócio
606   ^aResponsabilidade civil
606   ^aRegisto Central do Beneficiário Efetivo
606   ^aDirectiva comunitária
700  1^aRamos,^bMaria Elisabete
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20190814
932 a
933 2018
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba