001 CEJ20190226154111
100   ^a20190226d2018    k  y0porb0103    ba
101 0 ^aeng
102   ^aPT
200 1 ^aRaising diplomats as fit^eraptures and torments in the evolution of formal diplomatic training^fArmando Marques Guedes
320   ^aBibliografia pág. 165-166
330   ^aA evolução da formação diplomática tem historicamente tido lugar pela via de dois percursos: um, académico, com origem em inícios meados dos Século XVIII: um, com origem em Viena, no período Austro-Húngaro, o outro na Paris pré-Revolucionária. Historicamente, o modelo Vienense tem vindo a ganhar preponderância. Isto tem levado a conflitos burocráticos internos nos MNEs, e tem sido sobretudo uma resposta às cada vez mais técnicas exigências das políticas externas aprovadas pelos decisores políticos governamentais e aplicadas por diplomatas
461  1^tThemis^cCoimbra^bAlmedina^vEdição especial n.º 6 (outubro 2018)^pp. 139-166
606   ^aEducação
606   ^aDiplomacia
606   ^aPolítica externa
606   ^aPolítica internacional
700  1^aGuedes,^bArmando Marques
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20190226
932 d
933 2018
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.216^120110726