100   ^a20190220d2014    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aVigilância electrónica e prova^eestudo de um caso e algumas reflexões^fNuno Caiado
320   ^aBibliografia pág. 252-253
330   ^aIntrodução. 1. Breve enquadramento sobre a vigilância electrónica. 2.O caso do arguido AB. 3. Reflexões: 3.1. Melhor cooperação inter-serviços; 3.2. A tensão entre prova testemunhal e prova documental; 3.3. O hermetismo do sistema de VE e os seus dados; 3.4. Especificidades da VE através da geo-localização; 3.5. Solicitar e transmitir dados da VE; 3.6. Extensão do consentimento esclarecido; 3.7. Protecção de dados. Conclusão
463  1^acoord. Maria Fernanda Palma ...[et al.]^tDireito da investigação criminal e da prova^cCoimbra^bAlmedina^d2014^pp. 237-253
606   ^aVigilância electrónica
606   ^aProtecção de dados
606   ^aProva
606   ^aGeolocalização
700  1^aCaiado,^bNuno
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20190220
932 d
933 2014
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba