001 CEJ20181018112836
100   ^a20181018d2018    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aNovas tecnologias e relação laboral – alguns problemas^etratamentos de dados pessoais, novo regulamento geral de proteção de dados e direito à desconexão^fCatarina Sarmento e Castro
330   ^aAs tecnologias de informação entraram de rompante nas nossas vidas pessoais, e conquistaram um lugar de tal modo importante que não ficam à porta dos locais de trabalho, antes nos acompanham no regresso a casa, fazendo esbater as fronteiras entre a vida profissional e pessoal. Sempre que esta omnipresença da tecnologia coloca em contacto estes dois polos da vida de todos nós, abrem-se possibilidades de compressão dos direitos de personalidade, nomeadamente o direito à reserva da vida privada. No presente artigo, a autora reflete sobre estas relações de tensão, e a forma como a doutrina e jurisprudência nacional e internacional têm procurado solucionar os conflitos a que a mesma tem dado causa, quer à luz das normas e princípios da constituição da República, quer considerando os principais instrumentos jurídicos internacionais e da União Europeia que regem estas matérias
461  1^tRevista do CEJ^c[Lisboa]^bCEJ^vN.º 1 (2018)^pp. 271-299
606   ^aNovas tecnologias
606   ^aDireitos de personalidade
606   ^aDireitos fundamentais
606   ^aRegulamento Geral de Protecção de Dados
606   ^aDireito à desconexão
700  1^aCastro,^bCatarina Sarmento e
920 n
921 a
922 a
923 0
924  
925  
931 20181018
932 d
933 2018
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba