001 CEJ20180614105834
100   ^a20180614d2012    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aO direito do arrendatário face ao casamento e ao divórcio^fJorge Duarte Pinheiro
205   ^a1. ed
210   ^aCoimbra^cAlmedina^d2012
215   ^ap. 477-494 ;^d23 cm
305   ^aSeparata de Estudos em homenagem : centenário do nascimento do Professor Doutor Paulo Cunha. - Coimbra: Almedina, 2012
330   ^aIntrodução. 1- A questão da comunicabilidade do direito do arrendatário. 2- A protecção da casa de morada de família arrendada na constância do matrimónio. 3- O arrendamento habitacional no caso de divórcio, separação de pessoas e bens ou separação de facto. 4- O direito do arrendatário habitacional e a dissolução do casamento por morte. 5- Confronto entre o direito do arrendatário no casamento e o direito do arrendatário nas restantes relações jurídicas familiares e nas chamadas relações para familiares; referência especial à união de facto. Considerações finais
606   ^aArrendamento urbano
606   ^aCasa de morada da família
606   ^aDivórcio
606   ^aCasamento
606   ^aDireito civil
675   ^a347.1^vBN^zpor
700  1^aPinheiro,^bJorge Duarte
801   ^aPT^bCEJ^c20180614^gRPC
859   ^u/BiblioNet/Upload/Capas/37876.jpg^zCapa
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20180614
932 d
933 2012
935 k  
936 y
937 0
938 ba