001 CEJ20180516150649
100   ^a20180516d2017    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aAlgumas implicações laborais do Regulamento Geral de Proteção de Dados Pessoais no trabalho 4.0^fTeresa Coelho Moreira
330   ^aO Direito do trabalho é um dos sectores do ordenamento jurídico que, pela sua própria natureza, é mais exposto à influência das mudanças tecnológicas. A utilização cada vez maior de novas tecnologias de informação e comunicação nos últimos anos tem aumentado exponencialmente, refletindo-se no mundo do trabalho e levantando várias questões. Existe, atualmente, uma enorme quantidade de dispositivos eletrônicos, desde, inter alia, a videovigilância, audiovigilância, geolocalização, controlo das comunicações eletrônicas, controlo através das redes sociais, das mensagens instantâneas, dos dados biométricos, do reconhecimento facial, da crescente utilização da Inteligência Artificial, que permitem monitorizar, virtualmente, todos os aspetos da vida profissional, assim como a vida extraprofissional, e mesmo, por vezes, a vida íntima dos trabalhadores, muitas vezes através do cruzamento deste tipo de informação. É neste contexto que surge o Regulamento Geral de Proteção de Dados Pessoais 2016/679, de 27 de abril que traz inúmeras implicações para as relações de trabalho, quer através da clarificação de alguns conceitos, quer através do surgimento de novos direitos, quer, ainda, através do surgimento de novas figuras
461  1^tQuestões laborais^cCoimbra^bAlmedina^vA. 24, n.º 51 (jul.-dez. 2017)^pp. 9-34
606   ^aDireito do trabalho
606   ^aTrabalho
606   ^aRegulamento Geral de Protecção de Dados
700  1^aMoreira,^bTeresa Coelho
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20180516
932 d
933 2017
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba