001 CEJ20180417101656
100   ^a20180417d2016    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aSaldo laboral pré e pós-troika^fNuno Cerejeira Namora
305   ^aAtas da conferência: Direito do trabalho - entre a crise e a liberalização - análise às recentes alterações, Auditório da Universidade Portucalense, abril de 2015
330   ^aO ordenamento jurídico-laboral português foi alvo de inúmeras alterações no período entre o primeiro semestre de 2011 e os quase cinco anos que se seguiram. O presente estudo pretende analisar os mais de vinte diplomas legiferantes e, também, os mais de vinte institutos jurídicos alterados. Entre a redução dos custos com o trabalho, o aumento e flexibilização do tempo de trabalho, a diminuição da retribuição do trabalho suplementar, a redução das compensações pela cessação do contrato de trabalho, o aumento do poder de decisão dos empregadores e a neutralização ou esvaziamento da contratação colectiva, far-se-á um balanço Pré e Pós-Troika de modo a aferir o saldo laboral do pacote anti-crise entre nós implementado. Com os olhos voltados para o futuro 
461  1^tRevista jurídica da Universidade Portucalense Infante D. Henrique^cPorto^bDepartamento de Direito da U.P. I.D.H.^vN.º 19 (2016)^pp. 118-142
606   ^aTrabalho
606   ^aCrise
606   ^aTrabalhadores subordinados
606   ^aMemorando
606   ^aTroika
606   ^aFundo Monetário Internacional
700  1^aNamora,^bNuno Cerejeira
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20180417
932 d
933 2016
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba