100   ^a20171227d2017    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aO exercício do direito ao trabalho da pessoa com deficiência motora^fMargarida Simões Figueiredo, António Garcia Pereira
320   ^aBibliografia p. 61-63
330   ^aO presente estudo visa compreender como se tem processado o exercício do direito ao trabalho pela pessoa com deficiência motora em Portugal. O enquadramento teórico inicia-se com uma contextualização histórica do conceito de deficiência e suas definições, prosseguindo para um enquadramento jurídico onde se aprofundam os princípios da igualdade e da não-discriminação que devem nortear o exercício daquele direito. A problemática da investigação aponta para um estudo transversal, analítico e observacional feito a partir de uma amostra recolhida através de duas associações e com recurso a uma entrevista exploratória. O questionário, instrumento central da investigação, foi aplicado a 162 associados, sendo objeto de tratamento estatístico e análise de conteúdo temático. Os resultados obtidos realçam uma grande maioria (80,4%) que não sentiu qualquer discriminação laborai. Porém, os que sentiram, evidenciam que esta esteve mais presente durante o trabalho (85,7%), pelos empregadores e colegas. As conclusões apontam para a falta de cumprimento de leis relativas à inclusão e adaptação das pessoas com deficiência no local de trabalho e necessidade de solucionar problemas respeitantes à pobreza associada à deficiência, à discriminação indireta e à discriminação enfrentada dentro do local de trabalho. Existe ainda uma conceção de deficiência pejorativa, sendo de realçar o papel preponderante que o Estado deve ter na sensibilização e adoção de medidas sancionatórias contra a discriminação. Não obstante, são evidentes alguns progressos atuais que, lentamente, promovem a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho
461  1^tQuestões laborais^cCoimbra^bAlmedina^vA. 24, n.º 50 (jan.-jun. 2017)^pp. 37-63
606   ^aDireito do trabalho
606   ^aPessoas com deficiência
606   ^aPrincípio da igualdade
606   ^aPrincípio da não discriminação
700  1^aFigueiredo,^bMargarida Simões
701  1^aPereira,^bAntónio Garcia^4070
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20171227
932 d
933 2017
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba