100   ^a20170328d2017    k  y0porb0103    ba
101 1 ^apor^cspa
102   ^aPT
200 1 ^aInstrumentos de luta contra o terrorismo na União Europeia^e<o >Centro Europeu Contra-Terrorismo da Europol^fManuel Navarrete Paniagua^gtrad. João Paulo Ventura
320   ^aBibliografia pág. 59
330   ^aO aparecimento do Estado Islâmico – Da’esh (EI- Da’esh) no espetro do terrorismo de recorte jihadista implicou o incremento da ameaça que já existia nesse âmbito. A internacionalização dos conflitos na Síria e Iraque produziu uma atração sobre os seguidores do terrorismo com destino às denominadas “zonas de jihad” com cifras sem precedentes ao nível do chamado fenómeno dos “terroristas estrangeiros”. A sua integração em grupos terroristas e nalguns casos o regresso aos seus países de origem representam sem dúvida uma ameaça que se deve enfrentar. Resulta muito relevante o uso intensivo da internet e das redes sociais pelos terroristas com vista à captação e radicalização de simpatizantes e à promoção de ações terroristas individuais daqueles que não querem ou não podem deslocar-se. Os serviços de Segurança, Policiais e de Intelligence da União Europeia vêm, desde há anos, quando irrompeu o terrorismo jihadista na Europa, adaptando as suas técnicas e procedimentos face a essa ameaça. O aparecimento do EI-Da’esh, com os novos perfis e procedimentos associados a este padrão de terrorismo exige rápida e eficaz evolução para atuar e combatê-lo. Os serviços e as instituições europeias centram os seus esforços na revisão do quadro legal e nos planos de ação para melhorar e ajustar a segurança nacional e europeia face à nova ameaça. O impulso político e a necessidade operativa determinam o reforço do recurso aos instrumentos existentes, tornando-os mais completos e acessíveis, ligando os sistemas e bases de dados, potenciando as plataformas multidisciplinares e a cooperação multilateral com instâncias como a Europol e o seu Centro Europeu Contra-Terrorismo (CECT)
461  1^tInvestigação criminal^cLisboa^bASFICPJ^x1647-9300^vN.º 11 (fevereiro 2017)^pp. 40-59
606   ^aTerrorismo
606   ^aObtenção de prova
606   ^aCooperação europeia
606   ^aEuropol
700  1^aNavarrete Paniagua,^bManuel
702  1^aVentura,^bJoão Paulo^4730
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20170328
932 d
933 2017
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba