100   ^a20160509d2015    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A (>des)crença na administração da massa insolvente pelo devedor^fSandra Bastos Martins
320   ^aBibliografia pág. 184-187
330   ^aCapítulo I - Introdução. Capítulo II - Âmbito de aplicação. 1. Âmbito subjetivo. 2. Âmbito objetivo. 2.1 A concessão da administração por iniciativa do juiz. 2.2 A concessão da administração por iniciativa da assembleia de credores. Capítulo III - Efeitos. 1. Liquidação da massa insolvente. 2. Funções e poderes do administrador da insolvência. 2.1 Fiscalização e controlo da atuação do devedor. 2.2 Limites à atuação do devedor. 2.2.1 A resolução em benefício da massa. 2.2.2 Limites excecionais. 3. Remuneração do devedor e seus administradores. Capítulo IV - Cessação da administração pelo devedor. 1. Breve conspecto. 2. O caso especial da insolvência culposa. Capítulo V-Breve referência ao direito comparado. Capítulo VI- Conclusão
463  1^acoord. Maria do Rosário Epifânio^tEstudos de direito da insolvência^cCoimbra^bAlmedina^d2015^pp. 147-188
606   ^aDireito comercial
606   ^aProcesso de insolvência
606   ^aInsolvência
606   ^aInsolvência culposa
606   ^aAdministrador da insolvência
700  1^aMartins,^bSandra Bastos
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20160509
932 d
933 2015
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba