100   ^a20160309d2015    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A >tutela reforçada das denominações de origem de prestígio^ecomentário ao acórdão da Relação de Lisboa de 9 de Julho de 2015, no Proc. N.º 867/09.7TYLSB^fPedro Sousa e Silva
330   ^aI. Introdução; II. Fundamentos da tutela reforçada; III. O direito positivo; IV. A jurisprudência; V. Um erro frequente: limitar a tutela aos casos de risco de confusão; VI. A prevenção dos riscos de diluição e denegrimento na jurisprudência nacional; VII. O acórdão "Rosa Champanhe"; VIII. A excepção do "justo motivo"; Conclusão
461  1^tRevista de direito intelectual^cCoimbra^bAlmedina^vN.º 2 (2015)^pp. 247-269
606   ^aDireito intelectual
606   ^aPropriedade industrial
606   ^aDenominações de origem de prestígio
606   ^aMarcas
700  1^aSilva,^bPedro Sousa e
920 n
921 a
922 a
931 20160309
932 d
933 2015
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba