100   ^a20150826d2014    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A >motivação da declaração de resolução em benefício da massa insolvente^fFernando de Gravato Morais
330   ^a§1 A resolução em beneficio da massa insolvente: do seu enquadramento à sua tipologia; 1. Enquadramento. 2. Tipologia resolutiva §2. A declaração resolutiva e a sua motivação em especial: questões de desconformidade da declaração e seus reflexos na defesa do impugnante; 1. A declaração de resolução aos olhos do impugnante; 2. Possíveis constrangimentos da petição inicial da ação de impugnação; 3. Possíveis constrangimentos na apreciação da situação pelo próprio tribunal. §3. A declaração resolutiva e a sua motivação em especial (cont): problemas de factualidade e de motivação da declaração; 1. Grau de especificação da factualidade e da fundamentação da resolução; 1.1. A tese minimalista; 1.2. A tese maximalista; 1.3. A tese da motivação suficiente; 2. Consequências da orientação sustentada
461  1^tRevista de direito e de estudos sociais^cCoimbra^bAtlântida^vA. 55, (28 da 2.ª série), n.º 1-4 (jan. -dez. 2014)^pp. 161-174
606   ^aDeclaração de resolução
606   ^aInsolvência
606   ^aAdministrador da insolvência
700  1^aMorais,^bFernando de Gravato
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20150826
932 d
933 2014
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba