010   ^a978-972-40-5226-7
021   ^aPT^b363958/13
100   ^a20141229d2013    k  y0pory01030103ba
101  0^apor
102   ^aPT
200  1^a<O >dever de declaração inicial do risco no contrato de seguro^fLuís Poças
210   ^aCoimbra^cAlmedina^d2013
215   ^a961 p. ;^d24 cm
225  2^aTeses de doutoramento
320   ^aBibliografia pág. 915-956
328   ^aTese de Doutoramento em Direito pela Universidade de Lisboa, na especialidade de Ciências Jurídico-Empresariais, 2013
330   ^aI- Introdução. II- Recorte conceptual da declaração do risco. III- Fundamentos materiais e normativos. IV- A declaração do risco em ordenamentos estrangeiros. V- O direito da União Europeia. VI- O direito português - regimes antecedentes. VII- A Lei do contrato de seguro - perspectiva sistemática. VIII- O regime vigente de um prisma analítico. IX- Particularidades de alguns seguros obrigatórios. X- Especificidades dos seguros de vida. XI- Consequências penais das inexactidões ou omissões. XII- Justiça material e prova. XIII- Do modelo de análise à tipologia de regimes. XIV- Considerações finais
606   ^aDireito das obrigações
606   ^aDireito dos seguros
606   ^aContrato de seguro
606   ^aRisco contratual
606   ^aDireito comparado
675   ^a347.4^vBN^zpor
700   ^aPoças,^bLuís
859   ^u/BiblioNet/Upload/Capas/32774.jpg^zCapa
920 n
921 a
922 m
923  
924  
925  
931 20141229
932 d
933 2013
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba