100   ^a20140606d2014    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<Os >advogados, os juízes e os direitos fundamentais^fRodrigo Santiago
330   ^aAncorado no tema dos Direitos Fundamentais, o autor, advogado de profissão, reflecte sobre estas matérias a partir da sua experiência profissional, rica e intensa, indicando caminhos no relacionamento entre a magistratura judicial e a advocacia. Acreditando constituir o advogado o último e mais radical bastião dos direitos Fundamentais, afirma-se a defesa de uma cultura judiciária em que a desconfiança dê lugar a uma prática em que todos, magistrados e advogados, se encararem, honradamente e sem preconceitos, nos olhos e, nesse espírito, alcancem frutuosos resultados
461  1^tJulgar^cCoimbra^bCoimbra Editora^x1646-6853^vN.º 22 (jan.-abr. 2014)^pp. 25-39
606   ^aDireitos fundamentais
606   ^aAdvogado
606   ^aJuiz
606   ^aMagistratura judicial
700  1^aSantiago,^bRodrigo
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20140606
932 d
933 2014
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba