100   ^a20140506d2014    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aNova organização judiciária^edesafios e perspectivas para o Ministério Público^fRui Cardoso
330   ^aEste artigo pretende evidenciar os pontos da reforma da organização judiciária onde tudo verdadeiramente se decidirá para o Ministério Público. Atentar‑se‑á nos grandes desafios que se irão colocar ao Ministério Público e, em particular, aos magistrados do Ministério Público Coordenadores das novas comarcas. Este momento é uma oportunidade para se fazer uma verdadeira reforma que estruture, institucionalize e fortaleça um Ministério Público democrático, independente e defensor da legalidade democrática e do interesse público. Nesta reforma joga‑se o Estado de Direito democrático e joga‑se a independência, a modernização e a eficiência das magistraturas e do poder judicial, de que o Ministério Público é uma parte. São desafios que não se podem perder
461  1^tRevista do Ministério Público^cLisboa^bSindicato dos Magistrados do Ministério Público^vA. 35, n.º 137 (jan.-mar. 2014)^pp. 47-86
606   ^aOrganização judiciária
606   ^aMinistério Público
700  1^aCardoso,^bRui
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20140506
932 d
933 2014
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba