100   ^a20140205d2012    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aPresidente republicano e poder (informal) de comunicação^enótula sobre os seus limites^fPaula Veiga
330   ^a1. Identificação do problema; 2. Sentido do poder de mensagem em sistema de base parlamentar; 3. Poder (informal) de comunicação (ou de declaração) do Presidente da República: algumas semelhanças e diferenças ao poder da mensagem; 4. Regime jurídico das «mensagens» ao abrigo da Constituição da República Portuguesa; 5. Presidente republicano e poder de comunicação; 6. Nota final
461  1^tBoletim da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra^cCoimbra^bImprensa da Universidade^vV. 88, t. 2 (2012)^pp. 709-725
606   ^aDireito constitucional
606   ^aPresidente da República
606   ^aPoderes do presidente da República
607   ^aPortugal
700  1^aVeiga,^bPaula
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20140205
932 d
933 2012
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba