100   ^a20130819d2013    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A >política de classe na economia do Estado Novo^e<a >burguesia como classe beneficiária^fJoão Valente Aguiar
320   ^aBibliografia pág. 137-140
330   ^aEste artigo avança com um propósito teórico fundamental sustentado em dados empíricos de diversificada origem. Com efeito, tratar-se-á de romper com a noção de senso comum de que o Estado Novo teria sido um regime autoritário e sem relação com as classes sociais dominantes da época. O propósito passará por demonstrar o papel do regime no reforço da posição económica das classes dominantes de então. Com efeito, como se procurará evidenciar, o Estado Novo assumiu, simultânea e supremamente, um projeto de modernização capitalista ao longo da sua existência
461  1^tSociologia^cPorto^bFLUP^x0872-3419^vV. 25 (jan.-jun. 2013)^pp. 119-140
606   ^aEstado Novo
606   ^aClasse social
606   ^aPolítica
700  1^aAguiar,^bJoão Valente
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20130819
932 a
933 2013
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.246^120121010