100   ^a20130221d2011    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aProibições de consciência^enormas axiologicamente negativas^fJoão José Rodrigues Afonso
320   ^aBibliografia pág. 36-37
330   ^a1. Introdução; 2. Sistemática da experiência jurídica; 2.1. As dimensões da experiência jurídica; 2.2. Distinção entre Direito e moral e a sua relevância na questão da imperatividade jurídica; 2.3. A norma jurídica; 2.3.1. Níveis dos comandos jurídicos; 2.3.2. Autonomia e heteronomia das normas de conduta; 2.3.3. A imperatividade no preceito legal; 3. Normas axiologicamente neutras e negativas; 4. Considerações finais
461  1^tGalileu^cLisboa^bUAL^vV. 16, n.º 2 (2011)^pp. 7-37
606   ^aDireito
606   ^aMoral
606   ^aNorma jurídica
700  1^aAfonso,^bJoão José Rodrigues
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20130221
932 d
933 2011
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.238^120111214