100   ^a20120316d2010    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aUnião homoafetiva como entidade familiar^fDavi Souza de Paula Pinto
330   ^aIntrodução; 1. Disposições gerais sobre sexualidade; 2. Família homoafetiva sob a ótica constitucional; 3. União homoafetiva não é sociedade de fato; 4. Necessidade ou não de equiparar a união homoafetiva como união estável; 5. Correspondentes legais e jurisprudências; Conclusão
461  1^tScientia iuridica^cBraga^bL.C.^d[1951]-    ^vTomo 59, n.º 322 (Abril-Junho 2010)^pp. 347-362
606   ^aDireito da família
606   ^aFamília
607   ^aBrasil
700  1^aPinto,^bDavi Souza de Paula
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20120315
932 a
933 2010
934 9999
935 k  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.4^120120314