100   ^a20120131d2011    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A >relevância jurídico-penal das perturbações da personalidade no contexto da inimputabilidade^fJoana Costa
330   ^aA autora desenvolve o tema das perturbações da personalidade, salientando desde logo o dificil relacionamento entre a justiça penal e a ciência psiquiátrica a partir do momento em que esta foi sujeita à revisão critica dos seus tradicionais paradigmas, abrindo caminho a uma cada vez mais acentuada tendência para o pluralismo interpretativo e para a relativização das certezas proporcionáveisno interior do processo. O objecto do estudo consiste em determinar se e em que medida a presença de uma perturbação da personalidade é susceptível de influir no estabelecimento da  imputabilidade do agente de um crime e, em caso afirmativo, com que critérios é possivel concretizar tal relevância no caso concreto.
461  1^tJulgar^cCoimbra^bCoimbra Editora^d2007-   ^x1646-6853^pp. 53-81^vNº 15 (Set.-Dez. 2011)
606   ^aJustiça
606   ^aPsiquiatra
606   ^aPersonalidade
606   ^aImputabilidade
700  1^aCosta,^bJoana
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20120131
932 d
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.243^120120131