100   ^a20111004d2008    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aDireito a não nascer^bdocumento electrónico^fAna Cristina Dimas ... [et al.]
210 ^aLisboa^cCentro de Estudos Judiciários^d2008
215   ^a1 CD-ROM ;^d12 cm
305   ^aXXVI Curso de Formação de Magistrados para os Tribunais Judiciais
330   ^aI. Introdução; II. Delimitação do conceito; 2.1.Direito a não nascer nos casos em que a pessoa sofre, de forma incurável, de doença e ou malformação muito grave; 2.2. Recusa de um direito à não existência; 2.3. A admissibilidade da pretensão indemnizatória; III. A indemnização decorrente de responsabilidade civil; 3.1.Acções de wrongful birth ou wrongful birth action; 3.2. Acções de wrongful life ou wrongful life action; 3.2.1. Acções instauradas pelo próprio filho contra um ou ambos os progenitores com fundamento numa procriação levada a cabo contra indicação médica ou o aconselhamento genético; 3.2.2. Acção interposta pela própria pessoa contra os médicos pela falta de informações prestadas aos seus progenitores; 3.2.3. A responsabilidade civil nas wrongful life actions; IV. Perspectivas Jurídica, Ética e Religiosa; 4.1.Perspectiva Jurídica; 4.2.Perspectiva Ética; 4.3.Perspectiva Religiosa; V. Jurisprudência; 5.1. Jurisprudência Norte Americana; 5.2. Jurisprudência Francesa; 5.3. Jurisprudência Holandesa; 5.4.Jurisprudência Portuguesa; VI. Conclusões; VII. Bibliografia
606   ^aDireito à vida
606   ^aIndemnização
606   ^aResponsabilidade civil
606   ^aÁrea de Investigação Aplicada
675   ^a341.231^vBN^zpor
701  1^aDimas,^bAna Cristina^4070
701  1^aCoelho,^bLuís Filipe^4070
701  1^aBraz,^bMaria Teresa^4070
701  1^aBettencourt,^bNoé^4070
701  1^aLima,^bRaquel Sousa^4070
920 n
921 l
922 m
923  
924  
925  
931 20111004
932 d
933 2008
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^a30000026106^sDME.294^120111004^nSala de Estudo