100   ^a20100921d2009    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^a<A >problemática do sistema de repressão do tráfico de droga em Portugal^fJosé Manuel Pires Leal
320   ^aBibliografia pág. 456
330   ^aTendo como base a articulação de competências das várias entidades no âmbito da prevenção e repressão do tráfico de droga, enuncia-se um quadro sobre o sistema nacional de repressão do tráfico de droga em Portugal, enquanto resposta à amplitude e complexidade do fenómeno. Partindo dos resultados obtidos pela diversa entidades, explora-se a multidimensionalidade do fenómeno, inclusivamente nas ligações que estabelece com a criminalidade organizada e comum. Enuncia-se uma estrutura teórica sobre os vários patamares em que o tráfico de droga se expressa, sublinhando que o mesmo se encontra estruturado em cadeia, descontinuada e interrompida. Finaliza-se o artigo salientando a ideia de que qualquer estratégia de intervenção sobre a clandestinidade do fenómeno, nomeadamente através da investigação criminal, deverá ter em conta a necessária centralização da informação criminal, e um eficaz mecanismo de coordenação da investigação criminal
461  1^tRevista portuguesa de ciência criminal^cLisboa^bAequitas e Editorial Notícias^d1991-    ^x0871-8563^vA.19, n.º 3 (Jul. - Set. 2009)^pp. 421-456
606   ^aInformação criminal
606   ^aInvestigação criminal
606   ^aTráfico de estupefacientes
700  1^aLeal,^bJosé Manuel Pires
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20100921
932 a
933 2009
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.141^120100921