100   ^a20070606d2006    k  y0porb0103    ba
101 0 ^apor
102   ^aPT
200 1 ^aTempus fugit ou a reforma penal e a celeridade processual^fPedro Verdelho
330   ^a1. Time is money; 2. A celeridade nas intenções do legislador; 3. Prazos; 3.1. Fixação de prazos para actos que antes não tinham; 3.2. O prazo do inquérito; 3.3. O prazo do segredo de justiça; 3.4. O prazo de duração máxima da prisão preventiva; 3.5. Os prazos dos recursos; 4. Alterações no regime dos processos especiais - o processo sumário em particular e ainda o processo abreviado; 5. A limitação dos recursos; 6. Agilização das decisões sobre conflitos de competência; 7. Alargamento da aplicabilidade de soluções consensuais
461  1^tRevista do CEJ^c[Lisboa]^d2004-^xISSN 1645-829X^vN.º 5 (2.º semestre 2006)^pp. 231-245
606   ^aDireito processual penal  
606   ^aPrazo
606   ^aSegredo de justiça
606   ^aInquérito
606   ^aRecurso
700  1^aVerdelho,^bPedro
920 n
921 a
922 a
923  
924  
925  
931 20070606
932 d
933 2006
934     
935 k  
936 y
937 0
938 ba
966   ^lCEJ^sPP.228